Home » Produtos » Manteiga com sal 200g

Manteiga Milk Nobre com sal 200g
Ingredientes: Creme de Leite, Cloreto de Sódio, Corante Natural de urucum.
Não Contém Glúten
Saiba mais sobre o Iogurte
História do Iogurte

Processo de Fabricação do Iogurte Nobre

O processo de fabricação do iogurte envolve muita tecnologia e ingredientes de qualidade. Estudos da bioquímica do leite chegaram ao processamento desse produto. A produção do iogurte tem início na seleção das matérias primas, como o Leite, Leite em pó e açúcar, que são de alta qualidade. Após esta fase o processamento, que é dividido em várias etapas, começa:

Mistura

Padronização de leite no teor de gordura desejável e adição de todos os ingredientes ao leite, em um tanque hermético, que não permite a entrada de qualquer corpo estranho e/ou bactérias indesejável. Misturam-se, em diferentes tanques, iogurtes Lights (0% de gordura e sem adição de açúcar) e iogurtes com gordura (cremosos ou líquidos).

Homogeneização

A mistura dos produtos com Gordura passa por um equipamento chamado Homogeneizador o qual trabalha a alta pressão, sendo assim homogeneizado com o objetivo de reduzir o tamanho dos glóbulos de gordura e obter no, produto acabado, uma consistência lisa e cremosa.

Pasteurização

Um equipamento chamado de pasteurizador aquece toda a mistura do iogurte a uma temperatura suficiente para eliminar todas as bactérias indesejáveis que possam estar presentes na mistura.

Fermentação

A lactose (o açúcar do leite) é transformada em ácido láctico que será o agente da coagulação do leite. São usadas duas bactérias para a transformação da Lactose em ácido lático: Lactobacilos bulgaricus e Streptococcus thermophilus . A fermentação ocorre a uma temperatura de 42 a 43ºC durante aproximadamente 4 horas. Neste tempo, a formação de acidez e aroma é monitorada.

Resfriamento

Quando o produto atinge a acidez desejada ele é resfriado e enviado a outro tanque hermético tomando-se todo cuidado para que nenhuma das características até então obtidas sejam perdidas.

Adição de base frutas

O produto recebe a polpa de frutas ou pedaços de frutas de acordo com suas características.

Embalagem

O iogurte é embalado em máquinas de alta tecnologia sem nenhum contato manual, mantendo-se assim toda a sua qualidade e frescor.

Conservação

A temperatura ideal para conservação do iogurte varia de 1 a 10ºC e seu tempo de validade é de 35 dias. Todas as etapas de fabricação são acompanhadas cuidadosamente pelos técnicos do Controle de Qualidade e os produtos finalizados só serão liberados para o Consumidor após sua aprovação.

Saiba mais sobre o Iogurte

O iogurte é um alimento rico em cálcio, essencial para o fortalecimento de dentes e ossos. Ele também ajuda a prevenir infecções intestinais e inibe a proliferação de agentes causadores de doenças.

Crianças que consomem iogurte com regularidade apresentam melhorias no crescimento. Já os adultos podem sentir os benefícios do iogurte especialmente no que diz respeito à qualidade de vida e à prevenção de fatores de risco. Ele auxilia no controle do colesterol, na desintoxicação do organismo, na produção de células novas e de imunoglobina, a maior defesa do organismo. Além disso, age contra a produção e desenvolvimento de células cancerígenas.

Ele pode ser consumido de forma natural ou acompanhando pratos. Tempere-o com sal e limão e coloque a mistura na salada de verduras. Se preferir, adoce-o e incremente sua salada de frutas. Use a imaginação e melhore sua qualidade de vida.

História do Iogurte

Com açúcar, mel ou frutas... a maneira de comer não importa, o iogurte já ganhou adeptos em todo mundo. Também, não é para menos! Além de saboroso, o produto contém componentes fundamentais para a saúde do nosso organismo e freqüenta cardápios dos mais variados. Apesar da origem exata do iogurte ainda ser um mistério para os pesquisadores, alguns acontecimentos ao redor do mundo dão boas pistas de como ele pode ter surgido na Antigüidade. Uma teoria data do período neolítico, entre 5.000 a 3.500 a.C, quando pastores passaram a se alimentar com o leite de animais domesticados. Armazenado em marmitas de barro, o leite ficava exposto às altas temperaturas do deserto, fermentava e virava um tipo de iogurte. Outra idéia sobre a origem vem da Turquia. Lá o leite fresco era guardado em sacos feitos de pele de cabra. Transportados por camelos, os sacos em contato com o calor do corpo do animal favoreciam a produção de bactérias ácidas e transformavam o leite em iogurte. O iogurte difundiu-se por todo o mundo depois que alguns estudos demonstraram que o seu consumo trazia benefícios à saúde. O biólogo russo Llia Metchnikoff (1910) estudou as tribos das montanhas da Bulgária. Essas tribos apresentavam um alto índice de longevidade e tinham como componente básico da dieta o iogurte. Metchnikoff aprofundou-se nos estudos e conseguiu isolar um bacilo do iogurte, batizando-o de Bacillus bulgaricus. Hoje está comprovado que o consumo de iogurte colabora no bom funcionamento do intestino e, como contém cálcio, ajuda a fortalecer os dentes. Ele também é indicado para pessoas que sofrem de osteoporose e para mulheres que necessitam de reposição de cálcio na fase da menopausa.


Voltar